7 equipamentos e acessórios para viagem de moto nestas férias

7 equipamentos e acessórios para viagem de moto nestas férias

Chegou o final do ano e daqui a pouco estaremos no período de férias. A viagem de moto precisa ser segura, confortável e ter um roteiro divertido. E para garantir tudo isso, você deve usar acessórios para viagem de moto, e assim evitar qualquer tipo de imprevisto como estradas com obstáculos, chuva e até o sol muito quente.

No entanto, para andar com toda a segurança por aí, listamos 10 equipamentos e acessórios que não podem faltar para sua viagem de moto. Quer conhecer cada um deles? Confira a nossa lista!

1. Ferramentas e acessórios

Não se esqueça de levar pequenas ferramentas em sua viagem de moto. Elas são usadas caso você tenha necessidade de fazer reparos mais simples na motocicleta. Por isso, leve sempre chaves de bocas e fitas isolantes. Elas poderão salvar o seu dia. Mas, atenção! Se ver alguma oficina de motos pelo caminho, peça ao mecânico para dar uma olhada em sua motocicleta. Afinal, a segurança deverá vir em primeiro lugar, não é mesmo?

2. Kit primeiros socorros

O kit primeiros socorros não pode faltar durante a sua viagem de moto. Ele pode te tirar do sufoco e ajudar um companheiro em caso de acidente. 

Neste kit, coloque um anti séptico, gaze, algodão, tesoura e esparadrapos. Também não se esqueça de levar uma faixa para imobilização de pernas e braços. Além disso, proteja o kit da chuva e de sujeiras externas.

3. Roupas impermeáveis

As roupas impermeáveis também são importantes. Você sabe que em muitas regiões do País o tempo é instável. Um dia está aquele sol bonito e no outro, pode chover na estrada.

Para não ser surpreendido por qualquer tipo de problema, use roupas impermeáveis. Elas vão te proteger durante todo o trajeto.

4. Luvas e botas

Outra dica importante são as luvas. Há modelos específicos para os motociclistas. As luvas oferecem a proteção contra o clima e também evitam que você machuque as mãos se sofrer uma queda. Você pode optar por luvas de couro, temperaturas altas e nylon, deixando as suas mãos descobertas para “respirarem”.

Mas quando o assunto são os pés, use botas apropriadas. Jamais pilote a moto descalço ou com um calçado inapropriado, como um chinelo.

Isso poderá te trazer sérios riscos e provocar sérios acidentes. Cuide dos seus pés para manter a sua estabilidade na moto e assim evitar acidentes.

5. Capacete e óculos

O capacete é um item obrigatório para viagem de moto. Vá a uma loja de motos e escolha um modelo mais confortável. Observe se o item de proteção e se ajusta a sua cabeça. Preste atenção se há folgas.

Já o óculos é um item que a gente não escuta muito falar por aí. Mas tendo em vista que você poderá ficar mais tempo na estrada, é importante pensar em tudo. 

Portanto, escolher os óculos ideais melhora muito a qualidade da sua viagem de moto. Entenda que esses óculos não servem apenas para você ficar no estilo, mas sim proteger os seus olhos dos raios de sol, de pequenas pedras e da poeira.

6. Mochila

Carregue uma mochila para levar seus pertences na viagem de moto e se assegurar que eles estejam bem guardados. 

A mochila evitará que você perca documentos, roupas ou outros itens importantes. Sendo assim, ela é um acessório essencial. No entanto, para transportá-la com segurança, amarre bem a moto para que nada caia por aí.

7. Proteção para ombros, cotovelos e joelhos

Muitas jaquetas de motociclistas são como almofadas que protegem os cotovelos e ombros. Elas têm velcro no forro e bolsos. No entanto, há alguns modelos que são apenas volumosos e não protegem em nada o motociclista. 

Por isso, invista também em protetores para os ombros e em cotoveleiras. As joelheiras também são acessórios importantes e que você deve adotar na sua viagem de moto.

Agora você pode sair tranquilo para sua viagem de moto, não é mesmo? Lembre-se de estar preparado para evitar qualquer tipo de imprevisto na estrada. Cuide também da sua segurança usando acessórios para viagem de moto de qualidade!

Quer ler mais conteúdos para se preparar para sua viagem de moto? Confira o nosso próximo post e veja como é a manutenção preventiva para a moto no verão!

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra | Clique aqui | Metalcava

 

Manutenção preventiva de motos: o que é importante você ficar atento!

Manutenção preventiva de motos: o que é importante você ficar atento!

Você já sabe o quanto a manutenção preventiva de motos é importante, não é verdade? Sabe também que ela não deve ser feita apenas quando a moto apresenta problemas.

Na verdade, ela serve para evitar o desgaste do motor e das peças da motocicleta. Então, o que é preciso ficar atento na hora de fazer o serviço de manutenção preventiva de motos?

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra | Clique aqui | Metalcava

Para começar, você deve orientar ao seu cliente a ficar de olho no manual da motocicleta. Este documento serve para alertar quando fazer a manutenção preventiva da moto. 

Para as motos mais usadas, tenha cuidado redobrado com a calibragem dos pneus e os níveis de água e óleo. 

Além disso, na hora de fazer a manutenção preventiva de motos, preste atenção aos seguintes itens:

Pneus e rodas

Fique de olho nos pneus e nas rodas. É importante, pelo menos a cada 15 dias checar os pneus da motocicleta. Veja se há algum desgaste e fique de olho em objetos presos como pregos.

Na hora de fazer a manutenção preventiva de motos na sua oficina, faça a calibragem e mantenha os pneus sempre cheios. Aqui no blog temos dicas para você calibrar os pneus com perfeição.

Freios

Os freios é um dos sistemas mais importantes da motocicleta. Portanto, você deve dar atenção a eles na hora da manutenção preventiva de motos. 

Observe as pastilhas dos freios e se elas estiverem finas troque-as. Assim você garantirá a segurança do motociclista. 

Motor

A cada 1000 km rodados você deve verificar o motor das motocicletas. A lubrificação precisa seguir o prazo correto.Isso evitará que o motor e o câmbio tenham desgaste. 

Para fazer essa manutenção, desligue a moto por cinco minutos, segure a motocicleta sem usar o apoio lateral. Após tudo isso, veja se o óleo está certo. 

Luzes

As luzes das motos são discretas, mas essenciais para que seu cliente ande com segurança. Por isso, antes do seu cliente dar a partida na moto, oriente para que ele veja se as luzes acendem.

Já na manutenção preventiva de motos, você deve olhar todos os faróis. Caso observe algum problema, troque as lâmpadas que precisar.

Cabos e comandos

Na oficina de motos, veja se é possível ver se os cabos estão conectados e em bom estado de conservação. 

Para que você consiga aumentar a vida útil deles, use um óleo mais fino a cada 30 dias. Coloque este óleo nos cabos da embreagem da motocicleta. Isso permite reduzir o atrito e facilita a passagem de marcha.

Bateria

A bateria também é outro item que você deve olhar na manutenção preventiva de motos. Ela é difícil de ser acessada, no entanto, se você tiver equipamentos poderá fazer o serviço com mais facilidade. 

Veja se o nível de eletrólitos está correto. Oriente seu cliente para substituir essa peça por uma bateria fechada e selada.

Óleo e Gasolina

Verifique o óleo e a gasolina da moto. Em relação ao óleo, ele deve ser verificado a cada 15 dias. Também é necessário ver a necessidade da troca.

Já a gasolina, diga para não abastecer em qualquer posto e sim naquele de confiança e que tem uma bandeira conhecida. A gasolina mais barata pode ser de má qualidade e prejudicar o funcionamento das peças e do motor da motocicleta.

[infográfico] Saiba os tipos de óleos para moto e  bom funcionamento desse veículo de duas rodas | Baixar grátis AQUI | Metalcava

Corrente

Verifique se a corrente está lubrificada. Caso não esteja, lubrifique-a. Para os dias secos, lubrifique a corrente a cada 500 km. 

Já para os mais quentes ou de chuva, oriente o cliente para lubrificar a corrente sempre que sair de casa. Isso evitará o desgaste e a folga deste item. 

Vela de ignição

Pergunte ao cliente como está o consumo de combustível da motocicleta. Caso esteja consumindo muito, será necessário dar uma olhada na vela de ignição e trocá-la. 

Essa manutenção preventiva ajuda a economizar combustível e diminui a emissão de poluentes no ar. Troque a vela a cada 3 mil km. 

Como você pode ver, é importante ficar de olho nesses itens para oferecer um bom serviço de manutenção preventiva de motos. 

Para facilitar mais o seu trabalho, conte com um elevador para motos e outros equipamentos necessários para sua oficina!

Quer aprender um pouco mais sobre manutenção preventiva de motos? Leia o nosso próximo post e veja como fazer essa manutenção no verão! 

Como analisar a concorrência da sua oficina de motos?

Como analisar a concorrência da sua oficina de motos?

Você sabe como analisar concorrência na sua oficina de motos? Quando você faz essa análise, determina seus pontos fortes e fracos. 

E esse é um fator muito importante para construir a imagem do seu negócio. Saiba também que a percepção do seu negócio é como eles o vêem em relação às outras alternativas. 

Por isso, saber porque os clientes preferem a sua concorrência ou decidem apostar nos serviços da sua oficina será uma maneira de te apresentar novas oportunidades. 

Além disso, quando você combina seus pontos fortes com seus pontos fracos identifica áreas nas quais consegue melhorar para se destacar. 

E quando você melhora essas áreas, ajuda a sua oficina de motos a se desenvolver. Já nas áreas que você é forte, dá para identificar as oportunidades nas quais você pode melhorar e se tornar ainda mais competitivo. 

Mas como analisar a concorrência da sua oficina de motos? Neste post, vamos te dar algumas dicas. Acompanhe! 

Planilha Controle de Estoque para sua oficina de motos | Baixar gratuitamente | Metalcava

Observe os preços dos concorrentes

Saber quanto a sua concorrência cobra pelos serviços também é um fator importante. Por isso, você deve oferecer um melhor serviço a um preço mais baixo.

Essa, sem dúvida, é uma estratégia comprovada. Portanto, pesquise a concorrência da sua oficina de motos e descubra o valor que ela cobra em cada trabalho oferecido.

Caso consiga cobrar menos que eles, lembre-se que é importante estar próximo dessa faixa e/ou oferecer diferenciais que valorizem o serviço da sua oficina e os façam escolher ela. 

Saiba quais são as empresas que atendem o mercado

Muitos motociclistas quando precisam de serviços de manutenção preventiva ou reparos, levam as suas motos em empresas próximas ao local de trabalho. 

As suas empresas concorrentes são todas as oficinas de reparação de motos que atendem o mesmo mercado alvo dentro de uma certa proximidade com sua loja. 

Assim, ao analisar o mercado competidor, você vê que em um nível geral ele seria de reparo de motocicletas, troca de pneus ou algum outro estreitamento da base de clientes. O seu concorrente direto é aquela oficina de motos que atende o mesmo mercado que você presta serviços. 

Analise os negócios perdidos

Quando um cliente novo ou antigo é perdido para a concorrência da sua oficina de motos, você deve descobrir o motivo. Veja o que os atraiu na outra oficina. 

Isso vai te dizer quais as áreas que a sua concorrência tem maior destaque. No entanto, para você virar esse jogo, tenha um programa de marketing preparado.

Também é importante incentivar o relacionamento com seus clientes para que você descubra o que os fizeram procurar os serviços de outra oficina de motos. Essa é uma boa forma de reconquistá-los e trazê-los de volta à sua oficina.  

Use a análise SWOT

A análise SWOT é uma ferramenta de gestão que identifica os pontos fortes e fracos do seu negócio. Você aprende como os clientes se relacionam com a concorrência da sua oficina de motos ou até mesmo de qualquer outro negócio. 

Além disso, a análise SWOT encontra as oportunidades e ameaças ao desempenho do seu negócio. Ela melhora os principais pontos da sua oficina de motos. 

Essa ferramenta de gestão foi criada em 1960. SWOT é a abreviação das palavras Strengths (Forças), Opportunities (Oportunidades), Weakness (Fraquezas) e Threats (Ameaças).  

Se você observar as letras iniciais dessas palavras verá que em português elas formam a palavra FOFA, que é um outro nome desta análise. 

Com essa ferramenta você analisa seus problemas internos que são as suas forças (pontos fortes da equipe e dos seus processos, planejamento da oficina de motos e porque os clientes procuram a sua oficina) e suas fraquezas (falta de capacitação dos funcionários, processos inadequados, porque os clientes escolhem outras oficinas de motos, etc). Entenda que para conseguir corrigir seus problemas, você deverá ser honesto nas respostas. 

Já na avaliação externa, a ferramenta te ajuda a identificar as oportunidades. Você pode analisar se a atual situação econômica do País te traz alguma oportunidade ou até mesmo se um dia chuvoso é capaz de te ajudar a atrair clientes.

Com a SWOT, você passa a ter cuidado com as ameaças ao seu negócio. Os fatores externos podem te ajudar, mas alguns podem também prejudicar o desempenho na sua oficina de motos.

Portanto, ficar atento a isso é você ter condições de antecipar os problemas. E, com certeza, essa será a sua vantagem competitiva. 

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra |  Clique aqui | Metalcava

Descubra como você atrai os clientes

Pergunte ao cliente novo porque ele escolheu a sua oficina de motos. Isso te dará informações importantes para melhorar ainda mais seus serviços. 

Aproveite a oportunidade e converse se eles consideraram outra oficina entre a concorrência da sua empresa antes de te escolher. Assim, você conseguirá identificar o que está fazendo de melhor do que eles para as áreas que são importantes para a escolha do consumidor. 

Viu como é importante analisar a concorrência da sua oficina de motos? Agora que você já sabe o que fazer estará preparado para atrair e fidelizar mais clientes, não é verdade? Coloque as nossas sugestões em prática e melhore a gestão da sua oficina! 

Vamos aprender um pouco mais sobre gestão de negócios? Leia o nosso próximo post e aprenda como montar um plano de gestão de sucesso para sua loja de motos! 

Ergonomia na sua oficina de motos: ambiente de trabalho seguro

Ergonomia na sua oficina de motos: ambiente de trabalho seguro

Qualquer empreendimento para ter sucesso depende do trabalho dos seus colaboradores. E na oficina de motos isso não é diferente. 

Você sabe que o serviço feito pelos mecânicos requer muita movimentação. No entanto, para que a saúde dos trabalhadores esteja sempre em dia é importante cuidar da ergonomia. Mas o que é isso?

Neste post, vamos explicar para que serve a ergonomia na oficina de motos, quais os benefícios e quais os equipamentos você deve adquirir para facilitar o trabalho dos seus colaboradores.

E então, ficou interessado em aprender um pouco mais sobre este tema? Continue lendo o artigo!

[e-book]  Saiba como precificar os produtos e serviços da sua oficina de motos | Baixar grátis | Metalcava

O que é ergonomia?

A ergonomia em oficina de motos nada mais é que uma disciplina. Ela estuda a interação entre os elementos presentes no seu dia a dia e o ser humano. 

A ideia é promover o bem estar no ambiente de trabalho. Como a equipe de mecânicos trabalha, muitas vezes, em uma posição desconfortável, o ideal é que você ofereça equipamentos ergonômicos e que também tenha cavaletes e bancadas.

Assim, seus colaboradores poderão trabalhar com mais conforto sem sobrecarregar a coluna. Lembre-se que fazer tarefas por um longo prazo e pegar muito peso podem causar lesões, principalmente na coluna. 

Por isso, você deve considerar a ergonomia na sua oficina de motos. Pense na proteção do trabalho como um requisito para a qualidade dos seus serviços prestados e o aumento da produtividade em sua empresa.

Para que serve a ergonomia?

Uma das funções da ergonomia é pensar em equipamentos que geram bem estar ao trabalhador e facilitam o seu serviço. Assim, um objeto ergonômico é aquele considerado útil, confortável e agradável de ser usado.

Por isso, muitos ergonomistas contribuem para a elaboração de projetos e máquinas que ajudam nas nossas tarefas do dia a dia.

Muitas empresas, principalmente as que fabricam equipamentos que podem ser utilizados em oficinas de motos, lojas e concessionárias têm engenheiros que desenvolvem equipamentos ergonômicos, ou seja, que facilitam o trabalho de quem os utiliza. 

Um desses equipamentos é o elevador para motos. Ao levantar a motocicleta, ele te ajuda a alcançar as partes mais difíceis do veículo que precisam de manutenção preventiva.

Quais os benefícios da ergonomia?  

Reduz os afastamentos no trabalho

Quando você promove a ergonomia na oficina de motos, você reduz os afastamentos no trabalho. É que quanto mais a sua empresa for adequada para os colaboradores, menos problemas de saúde e acidentes eles terão.

Melhora a qualidade de vida

Quando você investe em ergonomia, você promove a qualidade de vida das pessoas. Uma vez que, através dos equipamentos corretos há diminuição no número de acidentes de trabalho e problemas de saúde, como dores na coluna e problemas na postura.

Valoriza o profissional

A ergonomia também proporciona a valorização profissional. Quando os mecânicos da sua oficina de motos ou loja recebem todo o suporte para exercerem seu trabalho, eles se sentem felizes. Há também a sensação de reconhecimento que influencia a permanência desses trabalhadores em sua empresa.

Aumenta a produtividade

Quando você trabalha com a ergonomia, você aumenta a produtividade na loja de motos e oficina. É que os colaboradores se empenham mais no trabalho, entregam tudo que precisa dentro do prazo estipulado e o cliente se sente satisfeito e feliz. Com isso, mais pedidos e oportunidades surgem para sua oficina de motos.

Quais os equipamentos que facilitam o trabalho dos colaboradores?

Desmontadora de Pneus DPPI

Essa desmontadora foi desenvolvida para desmontar e montar rodas de aço e liga leve. O equipamento sistema de 4 garras pneumáticas acionadas por pedais, atendendo aros de 12’’ a 24’’ para carros e motos. O motor é elétrico trifásico 1cv 220/380V, ou monofásico 1cv 110/220V. 

O descolador é acionado através de pedal, deixando o operador com as mãos livres para executar o serviço. Seu dispositivo de desmontagem tem formato anatômico e rolete evitando danos a roda, O equipamento acompanha manômetro, registro calibrador e espátula. Seu descolador pneumático utiliza pressão mínima de 80 libras. 

Elevador de motos

O elevador de motos serve para você elevar motos de vários tamanhos e aumentar a sua produtividade. Sabe aqueles reparos ou manutenções que você precisa fazer debaixo da moto e ainda fica em uma posição desconfortável?

Com o elevador de motos você não terá mais esses problemas. Ele te ajudará a executar todo o serviço que você precisa.

Balanceadora de motos computadorizada

A balanceadora é um equipamento computadorizado com acionamento motorizado automático; Possui as funções indispensáveis para o correto balanceamento de rodas de aço e liga leve. Inclui: cones, medidor de tala, alicate aplicador de contrapesos e contrapeso padrão para auto calibração.

Viu como a ergonomia é importante na oficina de motos? Agora que você entendeu o assunto, poderá pensar um pouco mais em como oferecer qualidade de vida aos seus colaboradores, não é verdade?

Quer conferir mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e confira algumas dicas para se tornar um bom mecânico de oficina de motos! 

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra | Clique aqui | Metalcava

 

10 ações de vendas para sua loja de motos no final de ano

10 ações de vendas para sua loja de motos no final de ano

O final de ano está chegando e é hora de pensar em como alavancar as suas vendas. Pois esta época é uma das melhores para fechar negócios e investir em ações de vendas.

Essas estratégias farão toda a diferença em sua loja e, com elas, você terá muito lucro nas semanas que antecedem o Natal e Ano Novo.

Planilha Controle de Estoque  para sua oficina de motos | Baixar gratuitamente | Metalcava

Portanto, se você quer aprender como aumentar as suas vendas, continue com a gente e veja a partir de agora, 10 ações de vendas para sua loja de motos:

1- Planeje as suas vendas de fim de ano

Isso pode ser uma bobeira, mas é importante planejar as vendas de fim de ano. Você já deve ter reparado que muitas pessoas deixam as compras para a última hora e por isso compram tudo que vêem pela frente.

No entanto, a sua loja de motos não poderá deixar o cliente na mão. Por isso, planeje as suas vendas para atrair clientes.

2- Ofereça um bom atendimento

No final do ano, as vendas aumentam. Mas elas não vem sozinhas. Você irá precisar de um bom atendimento.

Portanto, oriente a sua equipe de vendas para que atenda os consumidores com carinho e atenção. Um cliente que é recebido por um vendedor com um belo sorriso no rosto fará a propaganda da sua loja.

3- Divulgue a sua loja de motos

Além de você utilizar as suas próprias redes sociais ou o seu site, invista em propaganda no rádio, sites de notícias, jornal impresso ou até mesmo na TV.

Planeje a comunicação da sua empresa, negocie os espaços publicitários com antecedência. Não se esqueça que nos últimos dois meses do ano, os espaços disponíveis para anúncio são muito disputados.

4- Capacite a sua equipe de colaboradores

Além de capacitar a sua equipe para que ela ofereça um bom atendimento, é importante que seus colaboradores entendam do sistema de nota fiscal. Eles também precisam conhecer todos os modelos de motos que você tem a oferecer.

Afinal, muita gente pode procurar a sua loja de motos para trocar a motocicleta usada em uma mais nova , não é mesmo? Por isso, a capacitação dos colaboradores deve fazer parte das suas ações de vendas. Uma equipe preparada é um dos segredos para fechar um bom negócio.

5- Facilite a compra do seu cliente

Como mais uma das ações de vendas, dê opções de pagamento ao seu cliente. Para quem deseja financiar a motocicleta, permita que as prestações sejam divididas por mais meses.

Assim, você irá construir um bom relacionamento com o consumidor e poderá fidelizá-lo para outros serviços em sua loja de motos.

6- Tome cuidado com o aumento dos preços

É comum em época de alta demanda, os preços de alguns produtos subirem. No entanto, é preciso tomar cuidado com a maneira que você fará isso.

Como uma das ações de vendas, preste atenção para que o seu preço não seja tão diferente dos praticados pela concorrência. Se você tiver produto de qualidade, mas o preço for muito elevado, você perderá clientes.

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra |  Clique aqui | Metalcava

7- Faça promoções para promover as suas ações de vendas

Nessas datas comemorativas, o que mais converte são as promoções. Que tal você fazer uma na sua loja de motos? Quer um exemplo? Na compra de uma motocicleta 2020, leve o emplacamento grátis.

Ou, você pode oferecer uma moto e dar um bom desconto no capacete. Também vale a pena pensar em brindes personalizados e qualquer outra ação que ajude a motivar a compra.

8- Capriche na decoração da sua loja

Você pode até achar que isso não influencia nas vendas de Natal, mas sim. Uma loja bonita e bem enfeitada chama a atenção dos clientes.

Portanto, na hora de expor as suas motocicletas ou acessórios, decore o espaço com ornamentações natalinas. Leve esse espírito de fim de ano para dentro da sua loja de motos e prepare-se para ser procurado pelos consumidores.

9- Crie um cartão fidelidade

Que tal fazer uma ação diferente? Crie um cartão fidelidade para o cliente que comprar uma motocicleta ou acessório em sua loja.

A proposta pode ser assim: “Na compra de uma motocicleta ou acessório, ganhe o nosso cartão fidelidade, para ter desconto em suas próximas compras e revisões”. Isso poderá ser o diferencial da sua empresa!

10- Dê atenção ao pós-venda

Não é apenas antes ou durante as vendas que seu cliente deve ser bem atendido. Se o seu desejo é investir em ações de vendas, dê atenção ao pós-venda.

Depois de uma semana da compra do cliente, ligue para saber o que ele acha da nova motocicleta ou do serviço que você ofereceu. Com certeza, ele ficará feliz em saber que você se importa com seus clientes.

Viu como é fácil atrair o cliente no final de ano? Coloque essas 10 ações de vendas em prática e faça bons negócios!

Quer conferir mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e veja dicas de fidelização de clientes para sua concessionária de motos!

 

Manutenção preventiva para sua moto nesse verão

Manutenção preventiva para sua moto nesse verão

O verão é uma época boa para sair por aí de moto. No entanto, antes do seu cliente pegar a estrada, é importante fazer a manutenção preventiva da motocicleta. Afinal de contas, é importante curtir o veículo de duas rodas com tranquilidade e segurança, não é verdade? Além disso, essa manutenção deve prevenir sérios problemas na sua moto, como uma roda travada e outras dores de cabeça que podem ser evitadas.

No entanto, para fazer a manutenção preventiva, é necessário ter muito conhecimento mecânico, porém, vale uma regra: clientes apaixonados por moto também devem conhecer, no mínimo, algumas peças dessas máquinas e saber como elas se encaixam. A manutenção preventiva é algo fácil de aplicar no dia a dia do seu cliente e tem uma consequência benéfica para a moto e o seu condutor.

Mas o que verificar na manutenção preventiva? Confira a partir de agora em nosso post!

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra | Clique aqui | Metalcava

O que verificar na moto durante a manutenção preventiva?

Rodas e pneus

As rodas e os pneus são os primeiros itens que devem ser verificados na moto durante a manutenção preventiva. Isso deve ser feito semanal ou quinzenalmente. Veja como está o estado de conservação dos pneus, se eles estão desgastados e se não há objetos pontiagudos presos, como pregos e cacos de vidro. Verifique, ainda, a calibragem que deve fazer parte desta rotina.

Também é importante observar o excesso de peso. Como ele contribui para aumentar o consumo dos pneus, mantenha-os cheios e faça uma inspeção nas rodas para garantir que o ar não vaze. É importante olhar se existem trincas ou amassados e, caso tenha, peça ao condutor para trocar os pneus.

Luzes

As  luzes das motos são velozes e discretas se você comparar com as dos modelos robustos dos carros, como SUV’s. As motos também dependem muito da visibilidade proporcionada pelas luzes. Por isso, ao dar a partida na moto, veja se todas as luzes se acendem. Essa checagem é importante tanto para você utilizar a moto durante o dia ou à noite. Caso observe algum problema, troque as lâmpadas, com exceção do farol. Por ser uma tarefa simples e rápida, essa troca pode ser feita em casa mesmo.

Comandos e cabos

Também é importante verificar se os comandos e os cabos fazem parte do plano de manutenção preventiva. Por isso, faça uma minuciosa observação e veja se os cabos estão conectados e em bom estado de conservação. Se você quer uma dica para prolongar a vida útil deles, use óleo fino a cada 30 dias nos cabos de embreagem, de modelos que funcionem dessa maneira. Isso permitirá que a passagem de marcha seja mais facilitada e o atrito reduzido.

Gasolina e o óleo da moto

Durante a manutenção preventiva, é importante dar uma olhada no óleo e na gasolina utilizados na moto. Confira também o nível de óleo pelo menos uma vez por semana ou a cada 15 dias. Já em reação a gasolina, a dica mais importante que você deve dar ao seu cliente é ele não escolher o posto de abastecimento pelo preço, mas sim pela confiança na bandeira e a qualidade do combustível.

Bateria

O hábito de muitos motociclistas brasileiros ligarem a moto com o farol aceso, acelera o desgaste do equipamento e diminui a vida útil da motocicleta. Isso força a substituição da bateria, por uma peça nova, num curto prazo. Portanto, você incentivar seu cliente a mudar este hábito, para que ele possa garantir a durabilidade da peça.

O que oferecer para ganhar a confiança do cliente?

  • Tenha um bom atendimento;
  • Contrate um bom mecânico;
  • Ofereça serviços de qualidade.

[Infográfico] Categoria de moto: saiba qual o elevador ideal para cada categoria de moto | BAIXE AQUI GRÁTIS | Metalcava

Quais equipamentos ter para oferecer a manutenção?

Desmontadora de Pneus Elétrica

A desmontadora de pneus elétrica, modelo DPE, é desenvolvida para desmontar e montar rodas de aço e liga leve. O equipamento possui um descolador pneumático e formato anatômico, que evita danos à roda. Ela é perfeita para te auxiliar na troca de pneus da motocicleta do seu cliente.

Elevador para motos

A Metalcava tem elevadores hidráulicos, pneumáticos e de coluna. O elevador EMCH-250 é um elevador compacto e robusto. Ele é indicado para trabalhos com motos de pequeno e médio porte. É perfeito para espaços menores e desenvolvido para você atender moto de até 250 Kg. O equipamento se destaca pelo melhor custo benefício, segurança e simplicidade em seu funcionamento.

Desempenadora e alinhadora de rodas

A desempenadora e alinhadora de rodas modelo DPAL da Metalcava, é desenvolvida para desempenar e desamassar as rodas de motos de aço e liga leve. O equipamento atende largura de aros de  2” a 7” e, diâmetro de aro 14” até 21”. Possui uma estrutura resistente e alinhada, proporcionando melhor resultado no alinhamento do aro e varetas laterais para facilitarem a centralização e o alinhamento de aros com o cubo. A desmontadora e alinhadora de rodas também permite o alinhamento de rodas raiadas.

Além desses equipamentos, a Metalcava tem outros produtos para a linha duas rodas. Os equipamentos podem te ajudar a oferecer o serviço de manutenção preventiva para o seu cliente. Tudo para você fazer um bom trabalho na sua empresa.

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e confira algumas dicas de manutenção preventiva para motos off road!