Como montar um lava rápido para motocicletas

Como montar um lava rápido para motocicletas

motocicleta é um dos meios de transportes preferidos dos brasileiros, pois é prático, de baixo custo em relação ao combustível e cabe em qualquer tipo de estacionamento. No entanto, com o grande aumento das motos nas ruas, surgiu a necessidade de novos serviços para atender as necessidades dos motociclistas, como o lava rápido de motocicletas.

Para você que é empreendedor e deseja inovar em sua loja de motos, uma boa opção que o mercado oferece é montar um serviço como esse. Se você ainda não pensou no assunto, mas ficou curioso em saber como ter esse tipo de negócio, este post é para você!

Por aqui, vamos dar algumas dicas. Quer aprender com a gente? Então, vamos lá!

Escolha um local adequado para montar o lava rápido

Um dos maiores desafios de quem é empreendedor é escolher um local adequado para montar o seu negócio. É que dependendo de onde você decidirá investir, isso significará o sucesso ou o fracasso de sua atividade comercial e com o lava rápido para motocicletas é a mesma coisa.

O ideal é que esse tipo de empresa seja instalada perto de um grande centro urbano, em que haja muitas pessoas que pertencem à classe econômica C, que é onde se encontra o maior número de motos como meio de transporte.

Por isso, antes de montar seu negócio, pense como cliente: você andaria quilômetros para lavar sua moto? Acreditamos que não!

Cumpra com as exigências legais para abrir sua empresa

Para abrir um lava rápido para motocicletas você deve atender as exigências legais, pois caso o contrário, o seu negócio poderá ser fechado ou multado.

Dessa forma, é necessário ir até a Associação Comercial da sua cidade e solicitar a abertura da empresa, onde você terá o acompanhamento necessário para enfrentar todo o processo burocrático e abrir seu negócio.

Depois disso, é necessário ir até a prefeitura e pedir o alvará de funcionamento, a licença ambiental e a licença do Corpo de Bombeiros. Tudo isso é de extrema importância para que as autorizações sejam dadas após a uma inspeção no local.

Também é essencial você ter o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) na Secretaria da Receita Federal e fazer o cadastro na Secretaria Estadual de Fazenda para que seja possível o recolhimento de impostos e o Enquadramento Sindical Patronal da categoria e assim garantir os direitos dos funcionários.

Tenha uma boa estrutura para o lava rápido

O lava rápido de motocicletas deve ser montado em um espaço com no mínimo 60 metros quadrados, divididos para o atendimento dos clientes, a recepção e o estacionamento para as motos que aguardam a lavagem e a área de lavagem, que tem que estar situada na parte externa, subdividindo-se em boxes, o que permite lavar mais de uma moto ao mesmo tempo.

Invista em equipamentos para lavar as motocicletas

Para lavar as motocicletas, você deve ter vários equipamentos em seu lava rápido, como por exemplo, uma lavadora de alta pressão, um reservatório de água para 4 mil litros, uma shampoozeira eletrônica e um compressor. Para a área de atendimento é necessário um balcão, um caixa e uma geladeira expositora de bebidas.

Organize o escritório do lava rápido

Outro ponto que você deve investir é em seu escritório. Lembre-se que o cliente terá confiança se perceber que seu lava rápido é organizado. Por isso, invista em mesa e cadeira, computador com internet, impressora e telefone, ou seja, em todos os equipamentos que achar necessário e que possam oferecer conforto ao seu cliente.

Ofereça equipamentos de segurança aos funcionários

Uma das maiores preocupações que você deve ter com sua equipe é oferecer equipamentos para que ela possa trabalhar com tranquilidade. Por isso, invista na segurança com EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) para seus funcionários, como máscaras descartáveis, óculos e luvas.

Compre produtos de qualidade

Os produtos para lavagem de motocicletas são especiais. Por isso, adquira os de qualidade. Esses você não encontrará nos mercados, mas em lojas com fornecedores. Portanto, é importante que estes produtos de limpeza sejam apenas para lavagens, já que tem um maior teor de concentração.

Escolha a equipe ideal para o trabalho

O lava rápido de motocicletas é um pequeno negócio. Por isso, você pode contar com uma equipe mais enxuta de colaboradores. Dê prioridade às atividades mais essenciais como um auxiliar de administração para tomar conta das questões administrativas do escritório, um atendente de caixa, três lavadores de motos (dependendo da sua demanda inicial) e um auxiliar de serviços gerais.

No entanto, saiba que o tamanho da sua equipe pode aumentar de acordo com o que o negócio prosperar, a quantidade de turnos que ele opera e suas atividades. Também não se esqueça que todos os empregados devem ser registrados na Carteira de Trabalho.

Divulgue seu lava rápido para motocicletas

E por último, divulgue seu lava rápido de motocicletas. A divulgação pode ser feita nas redes sociais, anúncios em rádios, jornais e até mesmo pela panfletagem a qual traz bons resultados na divulgação deste tipo de negócio.

Agora que você já sabe como montar um lava rápido para motocicletas, que tal investir neste tipo de negócio? Pense no assunto e caso opte por isso, adquira os equipamentos necessários para oferecer um serviço de qualidade aos seus clientes!

Gostou das nossas dicas? Então leia o nosso próximo post e confira 10 maneiras para atrair clientes para sua oficina de motos!

Como realizar o pós-venda de sua oficina

Como realizar o pós-venda de sua oficina

Não importa se você é proprietário de oficina de moto, se é dono de uma loja de motocicletas ou de uma concessionária. Como qualquer empreendedor, você precisa pensar no pós-venda da sua oficina, pois este é um momento muito importante na construção da relação com seu cliente e também é uma das maneiras de atrair clientes. Quer saber o motivo? A gente explica:

O pós-venda é a fase que você avalia como foi o atendimento com seu cliente, se ele ficou satisfeito com os serviços oferecidos, se a manutenção na motocicleta deu certo e até se ele percebeu algo na sua oficina mecânica que você ainda não observou e que é preciso melhorar.

Portanto, o principal objetivo de investir no pós-venda é fazer com que seu cliente lembre de sua oficina sempre que precisar, e assim, retorne para contratar novos serviços. Diante de todos esses benefícios, você sabe como realizar o pós-venda em sua oficina de moto? No artigo de hoje, vamos ensinar como investir nesta etapa que é tão importante para sua empresa. Quer aprender tudo com a gente? Então, acompanhe!

1. Cadastre seus clientes e faça um bom pós-venda

Para trabalhar o pós-venda da maneira correta, você deve cadastrar seus clientes. É preciso saber quem procura pelos seus serviços. Por isso, invista em um software de dados que possa armazenar todas as informações que você precisa. Caso você não queira informatizar, não tem problema, o importante é que tenha essas informações em mãos.

Se seu cadastro for feito no computador, faça sempre um backup (cópia de segurança) para não perder os dados e quanto às informações, coloque as mais simples, como nome e o primeiro sobrenome do cliente, marca, modelo e quilometragem da moto, data da última manutenção, informações sobre serviços feitos e valores pagos, telefone, e-mail e se possível, a data de aniversário.

2. Crie uma pesquisa de satisfação

Você pode criar uma pesquisa de satisfação para atrair novos clientes com o pós-venda. Isso promove a imagem da sua oficina de moto, fazendo com que ela fique conhecida como a empresa que tem interesse na opinião do cliente. Dessa maneira você saberá que os serviços oferecidos foram de qualidade e também poderá avaliar caso sua empresa precise de mudanças na prestação de serviços e no atendimento.

Para realizar essa pesquisa, estabeleça uma rotina de trabalho. Pela manhã você pode entrar em contato com quem visitou seu negócio. O ideal é fazer isso em até dois dias após o atendimento ao cliente. Fale direto com o consumidor e nada de fazer muitas perguntas ou questionamentos chatos de se responder. Pergunte o que ele achou do atendimento e dos serviços prestados.

3. Entregue o que foi prometido

Nada de entregar serviço pela metade ou não fazer o serviço. A regra básica para o sucesso do seu negócio e no pós-venda é entregar o que foi prometido. Isso é sinal que você é uma empresa responsável e competente. Execute os serviços dentro dos prazos e jamais dê desculpas aos clientes de que o trabalho não foi feito por falta de tempo.

4. Solucione os problemas com agilidade

Faça o trabalho com agilidade priorizando a solução do problema. Não enrole o cliente e assegure que a reclamação será atendida. Caso a solução seja complexa ou demorada, dê explicações e diga que fará de tudo para atender aquela demanda da maneira mais rápida o possível.

5. Comunique com o cliente

Utilize as redes sociais ou uma lista de e-mail para comunicar promoções e novidades da sua oficina de moto. A estratégia ajuda a manter os clientes mais próximos. Mande mensagem e ofereça serviços personalizados. Faça com que o cliente se sinta especial e crie um vínculo duradouro com ele.

Viu como é fácil trabalhar o pós-venda? Agora que você já sabe, poderá investir ainda mais nessa etapa tão importante para sua oficina de moto, não é verdade?

E aí, já deu para pensar em quais dessas dicas colocar em prática? Conte para gente nos comentários!