Manutenção preventiva para sua moto nesse verão

Manutenção preventiva para sua moto nesse verão

O verão é uma época boa para sair por aí de moto. No entanto, antes do seu cliente pegar a estrada, é importante fazer a manutenção preventiva da motocicleta. Afinal de contas, é importante curtir o veículo de duas rodas com tranquilidade e segurança, não é verdade? Além disso, essa manutenção deve prevenir sérios problemas na sua moto, como uma roda travada e outras dores de cabeça que podem ser evitadas.

No entanto, para fazer a manutenção preventiva, é necessário ter muito conhecimento mecânico, porém, vale uma regra: clientes apaixonados por moto também devem conhecer, no mínimo, algumas peças dessas máquinas e saber como elas se encaixam. A manutenção preventiva é algo fácil de aplicar no dia a dia do seu cliente e tem uma consequência benéfica para a moto e o seu condutor.

Mas o que verificar na manutenção preventiva? Confira a partir de agora em nosso post!

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixe nosso material e descubra | Clique aqui | Metalcava

O que verificar na moto durante a manutenção preventiva?

Rodas e pneus

As rodas e os pneus são os primeiros itens que devem ser verificados na moto durante a manutenção preventiva. Isso deve ser feito semanal ou quinzenalmente. Veja como está o estado de conservação dos pneus, se eles estão desgastados e se não há objetos pontiagudos presos, como pregos e cacos de vidro. Verifique, ainda, a calibragem que deve fazer parte desta rotina.

Também é importante observar o excesso de peso. Como ele contribui para aumentar o consumo dos pneus, mantenha-os cheios e faça uma inspeção nas rodas para garantir que o ar não vaze. É importante olhar se existem trincas ou amassados e, caso tenha, peça ao condutor para trocar os pneus.

Luzes

As  luzes das motos são velozes e discretas se você comparar com as dos modelos robustos dos carros, como SUV’s. As motos também dependem muito da visibilidade proporcionada pelas luzes. Por isso, ao dar a partida na moto, veja se todas as luzes se acendem. Essa checagem é importante tanto para você utilizar a moto durante o dia ou à noite. Caso observe algum problema, troque as lâmpadas, com exceção do farol. Por ser uma tarefa simples e rápida, essa troca pode ser feita em casa mesmo.

Comandos e cabos

Também é importante verificar se os comandos e os cabos fazem parte do plano de manutenção preventiva. Por isso, faça uma minuciosa observação e veja se os cabos estão conectados e em bom estado de conservação. Se você quer uma dica para prolongar a vida útil deles, use óleo fino a cada 30 dias nos cabos de embreagem, de modelos que funcionem dessa maneira. Isso permitirá que a passagem de marcha seja mais facilitada e o atrito reduzido.

Gasolina e o óleo da moto

Durante a manutenção preventiva, é importante dar uma olhada no óleo e na gasolina utilizados na moto. Confira também o nível de óleo pelo menos uma vez por semana ou a cada 15 dias. Já em reação a gasolina, a dica mais importante que você deve dar ao seu cliente é ele não escolher o posto de abastecimento pelo preço, mas sim pela confiança na bandeira e a qualidade do combustível.

Bateria

O hábito de muitos motociclistas brasileiros ligarem a moto com o farol aceso, acelera o desgaste do equipamento e diminui a vida útil da motocicleta. Isso força a substituição da bateria, por uma peça nova, num curto prazo. Portanto, você incentivar seu cliente a mudar este hábito, para que ele possa garantir a durabilidade da peça.

O que oferecer para ganhar a confiança do cliente?

  • Tenha um bom atendimento;
  • Contrate um bom mecânico;
  • Ofereça serviços de qualidade.

[Infográfico] Categoria de moto: saiba qual o elevador ideal para cada categoria de moto | BAIXE AQUI GRÁTIS | Metalcava

Quais equipamentos ter para oferecer a manutenção?

Desmontadora de Pneus Elétrica

A desmontadora de pneus elétrica, modelo DPE, é desenvolvida para desmontar e montar rodas de aço e liga leve. O equipamento possui um descolador pneumático e formato anatômico, que evita danos à roda. Ela é perfeita para te auxiliar na troca de pneus da motocicleta do seu cliente.

Elevador para motos

A Metalcava tem elevadores hidráulicos, pneumáticos e de coluna. O elevador EMCH-250 é um elevador compacto e robusto. Ele é indicado para trabalhos com motos de pequeno e médio porte. É perfeito para espaços menores e desenvolvido para você atender moto de até 250 Kg. O equipamento se destaca pelo melhor custo benefício, segurança e simplicidade em seu funcionamento.

Desempenadora e alinhadora de rodas

A desempenadora e alinhadora de rodas modelo DPAL da Metalcava, é desenvolvida para desempenar e desamassar as rodas de motos de aço e liga leve. O equipamento atende largura de aros de  2” a 7” e, diâmetro de aro 14” até 21”. Possui uma estrutura resistente e alinhada, proporcionando melhor resultado no alinhamento do aro e varetas laterais para facilitarem a centralização e o alinhamento de aros com o cubo. A desmontadora e alinhadora de rodas também permite o alinhamento de rodas raiadas.

Além desses equipamentos, a Metalcava tem outros produtos para a linha duas rodas. Os equipamentos podem te ajudar a oferecer o serviço de manutenção preventiva para o seu cliente. Tudo para você fazer um bom trabalho na sua empresa.

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e confira algumas dicas de manutenção preventiva para motos off road!

Dicas de manutenção preventiva para motos off road

Dicas de manutenção preventiva para motos off road

A manutenção preventiva é importante para qualquer veículo de duas rodas. Ela evita surpresas desagradáveis como a quebra da motocicleta. Além disso, você garante que o cliente tenha mais segurança ao pilotar as motos off road. Também evita prejuízos com a suspensão, rolamentos, luz de freio dianteiro e pneu traseiro.

Mas como fazer a manutenção preventiva das motos off road? Neste post, vamos listar algumas dicas para te ajudar ainda mais no seu trabalho como mecânico.

Porém, antes disso, vamos explicar o que acontece se seu cliente não fizer a manutenção preventiva e o que é preciso observar na hora de adquirir uma moto off road. Ficou interessado em conferir tudo isso com a gente? Então, siga com a leitura!

[Infográfico] Categoria de moto: saiba qual o elevador ideal para cada categoria de moto | BAIXE AQUI GRÁTIS | Metalcava

O que acontece quando não se faz a manutenção preventiva?

As motos off road que não fazem a manutenção preventiva podem perder o seu valor de mercado. Além disso, seu cliente pode ter dificuldades na hora de encontrar um comprador para a motocicleta, já que ninguém quer ter problemas com a manutenção do veículo.

Por isso, você deve orientá-lo sobre a importância da manutenção preventiva. Ela valoriza a moto e ao mesmo tempo diminui custos com as reparações. Assim, a pilotagem se tornará mais segura e tranquila.

Como fazer a manutenção preventiva das motos off road?

Verifique freios, pneus e a suspensão

Dê uma boa olhada nos freios, pneus e na suspensão das motos off road. Como são motos para trilha, você precisa garantir que o seu cliente tenha uma motocicleta realmente segura.

Portanto, estes itens acima não podem ficar de fora da manutenção preventiva. Caso encontre algum problema, chame o cliente e explique os próximos passos.

Cheque os pontos de graxa e óleo

Cheque os pontos de graxa e o óleo do motor. Os pontos de graxa não são bons sinais. Caso perceba que a moto está com muitos pontos de graxa, descubra qual é a causa do problema.

Já em relação ao óleo, oriente seu cliente para que ele observe este item periodicamente. Também diga o quanto é importante verificar os outros fluídos de sua moto antes de pegar a trilha.

Observe todos os cabos e protetores

As motos off road são mais exigidas que as normais. Por isso, observar os cabos deve ser uma etapa importante na hora da manutenção preventiva. Faça essa checagem periodicamente e analise o estado de conservação de todos os cabos e as conexões de sua moto.

Diga ao cliente que a quebra do cabo da embreagem pode deixá-lo parado na estrada. Como prevenção, lubrifique todos os cabos das motos off road e lembre-se de pedir para que o cliente leve um cabo reserva na bagagem. Também é importante verificar todos os protetores.

Como orientar ao cliente para comprar uma moto off road?

Escolha o modelo certo

As motos off road podem ser usadas no dia a dia ou apenas para o lazer. Por isso, você deve dizer ao cliente que antes de comprar qualquer moto off road, ele precisa conhecer cada modelo, que pode ser classificado em:

  • Motos para trilha e asfalto: Motos para serem usadas na cidade e em trilhas;
  • Motos para trilhas: Possuem suspensão adaptada e partida elétrica;
  • Motos para trilha e enduro: Suspensão e partida adaptadas. Possuem relação e outros itens específico para suportar as condições do enduro;
  • Motos para Motocross: Não possuem partida elétrica, mas priorizam a regulagem específica de peso da moto, suspensão e força do motor;
  • Motos para Rally: Motor com grande capacidade, força e resistência.

Considere a manutenção preventiva

Diga ao cliente da sua oficina de motos, que é fundamental verificar se a moto passou pela manutenção preventiva. Também é importante comprar modelos de motos off road que estão disponíveis no Brasil, que sejam fáceis de fazer a manutenção e tenham peças de reposição no mercado.

Pergunte aos outros pilotos sobre as motos

Outra boa dica é perguntar aos outros pilotos qual é o melhor modelo de moto off road. Isso ajuda a escolher de maneira adequada a moto ideal para sair por aí pilotando.

Agora você já sabe como fazer a manutenção preventiva das motos off road, não é verdade? Também poderá orientar o cliente sobre qual o melhor modelo de moto adquirir. No entanto, para oferecer serviços de manutenção de qualidade, tenha em sua oficina de motos os melhores equipamentos para realizar o seu trabalho.

Ganhe mais dinheiro na sua oficina de moto com o elevador hidráulico

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e confira 7 dicas de manutenção de motos que todo mecânico iniciante precisa saber!

Manutenção preventiva: o que é a fumaça branca no escapamento da moto

Manutenção preventiva: o que é a fumaça branca no escapamento da moto

A manutenção preventiva é importante para evitar vários problemas na moto, inclusive a fumaça branca no escapamento. Além disso, quando você conta com um bom trabalho de um mecânico profissional, ele identifica os problemas que o seu veículo de duas rodas apresenta.

No entanto, se você que é motociclista consegue identificar as causas deste problema, você pode agir de forma proativa, consciente dos custos envolvidos e de possível soluções.

Portanto, para que você saiba o que é a fumaça branca no escapamento da moto e como fazer a manutenção preventiva, preparamos esse post. Nele, também vamos apresentar algumas dicas de como evitar as consequências desse dano. Confira!

O que é a fumaça branca no escapamento da moto?

A tonalidade da fumaça influencia diretamente no funcionamento da motocicleta do seu cliente. A cor escura, indica excesso de combustível, a azul é a mais perigosa, pois mostra que o motor da motocicleta está danificado.

Manutenção preventiva o que é a fumaça branca no escapamento da moto

Já a branca, mostra que há problemas no carburador. Entre os danos que a fumaça branca pode causar, podemos citar o risco do líquido do arrefecimento baixar rapidamente e danificar alguma parte do motor.

Como identificar a fumaça branca?

Observe o líquido de arrefecimento do radiador

A fumaça branca do escapamento é sinal de que o líquido de arrefecimento do radiador está sendo queimado na câmara de combustão junto com a gasolina. O problema ocorre quando alguma junta do motor está queimada ou corrompida.

Outra maneira de identificar se a causa da fumaça é realmente essa, é verificar se o nível do líquido de arrefecimento está baixando rapidamente.

Você também pode passar o dedo no escapamento quando ele estiver frio. Caso ele fique molhado, é sinal de queima do líquido. Nesse caso, a fumaça branca apresenta um odor característico e a moto apresenta falhas em sua temperatura.

Verifique a saída da fumaça branca

Se a fumaça branca ocorre em dias mais frios ou somente quando o motor é ligado, a causa do problema pode ser a condensação de ar. Ao queimar o combustível, gera-se um vapor de água.

Quando se desliga o propulsor, o frio externo condensa o vapor, saindo um pouco da água pelo escapamento. Quanto a temperatura do motor, a água evapora e produz um pouco de fumaça branca.

Veja se o óleo lubrificante está penetrando na câmara de combustão e queimando o combustível

Em alguns casos, a fumaça branca do escapamento apresenta tons azulados. Isso pode ser um problema mais grave, pois o óleo do motor da motocicleta está queimando na câmara de combustão. O mesmo óleo penetra na câmara do espaço disponível entre a parede do cilindro e o pistão. Com isso, há um indício de cheiro desagradável de queimado.

Como fazer a manutenção preventiva?         

Revise a moto a cada quatro meses

Para que o motociclista não tenha surpresas desagradáveis com a moto, a dica é ficar atento a manutenção preventiva. Revise a moto a cada quatro meses. Você que trabalha com oficina de moto, concessionária ou loja oriente seu cliente para que ele cuide da motocicleta com atenção e zelo.

Tenha um calendário de manutenções preventivas

Essa é uma dica para quem trabalha com motocicletas. Tenha em sua oficina, loja ou concessionária de moto um calendário com as manutenções preventivas de cada cliente.

Além de isso ser um controle da própria oficina, é uma prática que ajudará o cliente de várias maneiras. Você pode até utilizar recursos simples, mas eficazes da Internet, como o Google Agenda, para programar lembretes por e-mail para seus clientes.

Lembre seus clientes da próxima manutenção preventiva

Que tal lembrar seus clientes da próxima manutenção preventiva? Você pode ter a certeza que eles vão apreciar muito o fato de ter sido lembrado e, você terá bastante serviço por um bom tempo.

[infográfico] Saiba os tipos de óleo para moto | Baixe grátis | Metalcava

Agora que você já sabe o que é a fumaça branca no escapamento da moto e aprendeu a importância da manutenção preventiva, poderá a partir de agora orientar seus clientes, não é verdade? E você, que é motociclista, cuide bem da sua moto e curta por um bom tempo o seu veículo de duas rodas!

Quer aprender um pouco mais sobre manutenção preventiva? Preencha o formulário e receba o nosso infográfico sobre os tipos de óleo para moto!

 

4 dicas de manutenção de motos que você precisa conhecer

4 dicas de manutenção de motos que você precisa conhecer

A manutenção de motos é um assunto importante para os motociclistas que amam suas máquinas. E o cuidado com a motocicleta é o segredo para mantê-la funcionando bem e ao mesmo tempo evitar transtornos com reposição de peças desnecessárias e serviços caros de mecânica.

No entanto, há algumas dicas de manutenção de motos que você precisa conhecer para manter seu veículo de duas rodas sempre pronto para pegar a estrada e sair por aí em alguma aventura. Por isso, no artigo de hoje, você vai conhecer 4 dicas de manutenção de motos. Ficou interessado em aprender com a gente? Então, acompanhe o nosso post!

1. Lubrifique a corrente para fazer a manutenção de motos

Em uma oficina de moto, você pode pedir para o mecânico lubrificar a corrente de sua motocicleta. O ideal é que isso seja feito a cada 500 km. O procedimento evita o desgaste e aumenta a vida útil da peça, garantindo assim sua confiabilidade. Muitos motociclistas evitam fazer a lubrificação da corrente devido as manchas temporárias e marcas que o procedimento pode deixar nas rodas traseiras.

No entanto, se você deseja fazer a manutenção preventiva da sua moto é necessário lubrificar a corrente. Além disso, você evitará gastos desnecessários, pois um kit relação de uma moto importada custa em torno de 700 dólares! Já pensou que prejuízo para o seu bolso? É mais barato lubrificar a corrente e lavar a moto toda semana, não é mesmo?

2. Calibre os pneus

Calibrar os pneus da sua motocicleta o ajudará a economizar combustível. Além disso, a calibragem interfere na boa performance do motor e na segurança da máquina. Você deve, pelo menos de 15 em 15 dias, calibrar os pneus e utilizar a pressão que é determinada pelo fabricante. Essa informação você encontra no manual da sua moto.

Ao calibrar, é importante ficar atento as circunstâncias que exigem uma variação de pressão. A pressão que é utilizada nas estradas é diferente da recomendada para rodar na cidade. Você também deve se lembrar que quando for rodar com alguém na garupa, o pneu traseiro deverá ter maior pressão. Caso você tenha mais alguma dúvida sobre a calibragem, você poderá conferir as informações do fabricante da moto que estão detalhadas no manual do proprietário da motocicleta.

3. Troque o óleo

Outra dica importe é em relação a troca de óleo. O óleo lubrificante evita o desgaste das peças móveis do motor, remove as impurezas e limpa suas partes internas. A troca de óleo faz parte do programa de manutenção preventiva da motocicleta, sendo realizada em todas as revisões. Caso a quilometragem de troca seja feita antes da revisão, você deverá antecipá-la para que não ocorra desgaste. É importante fazer a troca de óleo a cada 3.000 km rodados.

4. Verifique o filtro de ar

Outro elemento importante que precisa de manutenção é o filtro de ar. Há três tipos de filtros de ar: esportivo, esponja e papelão. Em uma oficina de moto ou em casa, você deve observar o filtro de ar da sua motocicleta. Uma das dicas básicas é verificar o manual do proprietário da moto para saber qual é o filtro que a sua motocicleta tem.

O filtro de ar tem a função de limpar as impurezas que podem ir para o motor. Neste caso, na oficina de moto você poderá fazer a manutenção de acordo com seu tipo de filtro. Além disso, o mecânico da sua confiança terá as ferramentas para oficina de moto necessárias e realizará o serviço que precisar.

Viu como é importante ficar de olho na manutenção de motos? Agora que você conhece essas 4 dicas, ficará mais fácil resolver os problemas, não é mesmo? No entanto, caso precise de uma assistência maior, procure uma oficina de moto, mas dê preferência às que têm equipamentos essenciais, como elevadores hidráulicos. Desta maneira você será bem atendido!

Gostou das nossas dicas? Tem mais alguma dúvida sobre a manutenção de motos? Escreva pra gente nos comentários!