Dicas para escolher o nome para sua oficina de motos e fazer sucesso!

Dicas para escolher o nome para sua oficina de motos e fazer sucesso!

Nem sempre escolher o nome para sua oficina de motos é uma tarefa fácil. Na verdade, essa decisão envolve pesquisa, avaliação do público que você deve atender e uso de técnicas de marketing.

Se você pensar em todos esses detalhes irá conseguir que a sua empresa conquiste os clientes certos e atinja seus objetivos.

A nossa ideia neste post é mostrar a você os caminhos para criar aquele nome que ajudará o seu negócio crescer. Quer conferir as dicas que preparamos? Siga com a leitura!

Como montar uma oficina de motos diferenciada | Baixar aqui | Metalcava

Pense em um nome com significado

O nome da sua oficina de motos deve ter um significado. As pessoas precisam escutar e ter logo uma ideia do que se trata. Para você não errar na escolha, use palavras relacionadas ao seu serviço e opte por aquela que mais fará sentido para o seu tipo de negócio.

Fale do jeito que o seu público entende

Você deve saber quem é o seu público-alvo. Veja se você terá mais clientes homens ou mulheres, qual é a idade deles e quais os tipos de serviços que mais procuram. Se é manutenção preventiva da motocicleta, por exemplo. Todas essas informações serão importantes na hora de pensar no nome do seu negócio.

Crie opções breves para sua oficina de motos

Evite nomes compostos. Eles são difíceis de serem lembrados. Condense em uma ou duas palavras toda a sua ideia. É importante escolher um nome que fique na cabeça das pessoas.

Afinal, a ideia é conquistar o seu público, não é verdade? Depois de pensar neste nome, espere alguns dias para ver se ele realmente é bom.

Muitas vezes, escolhemos algo por impulso e mais tarde percebemos que essa não é uma boa alternativa.

Evite nomes que lembram locais

Vemos até com certa frequência nomes de empreendimentos que lembram locais. Isso pode até ser favorável no início do negócio. Mas imagina se você muda de cidade, bairro ou rua? Você não acha que ficará estranho utilizar o nome que lembra o endereço antigo da sua oficina? Por isso, o ideal é optar por nomes que não prejudicam a expansão do seu negócio.

Use geradores automáticos

Os geradores automáticos é uma excelente alternativa para você escolher o nome da sua oficina de motos. Basta você pesquisar no Google que irá encontrar alguns sites que criam lista extensas de sugestões e que podem ser aproveitadas. O gerador é uma ferramenta gratuita que combina palavras-chave para você ter boas opções.

Registre o nome escolhido

Se você seguiu todas as nossas dicas é hora de registar o nome do seu negócio na Junta Comercial. No entanto, saiba que isso não é o suficiente para você garantir a exclusividade do uso deste nome.

Se você quiser garantir que a marca seja só sua, recorra ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O órgão é responsável pelo registro da propriedade intelectual de marcas, programas de computador, patentes e desenho industrial.

Caso tenha dúvidas sobre como dar entrada nos documentos junto ao INPI, peça ajuda ao Sebrae. O órgão poderá te auxiliar em relação ao registro do nome da sua empresa.

Ainda sobre o INPI, é importante enfatizar que há duas taxas que deverão ser pagas. Uma ao dar entrada no processo e outra quando o registro é feito.

O processo é um pouco demorado e pode durar até dois anos. Entretanto, vale a pena se o seu interesse for direito exclusivo do uso da marca.

Como você pode ver, é importante saber escolher o nome da sua oficina de motos. Entretanto, para não errar na hora de ter a marca do seu negócio, escute seus colaboradores, troque ideias com os familiares e siga as nossas dicas!

Quer ter mais dicas incríveis? Leia o nosso próximo post e saiba como montar uma oficina de motos com pouco dinheiro!

Neste e-book, você vai aprender o que considerar ao estabelecer o preço por seus serviços.

Equipamentos essenciais para sua oficina de motos

Equipamentos essenciais para sua oficina de motos

Se você quer que sua oficina de motos tenha destaque no mercado, você precisa investir em equipamentos. Além do espaço físico e a capacitação dos funcionários, os equipamentos têm grande importância para o sucesso do seu negócio.

Mas afinal, por que investir em equipamentos para a manutenção de motos e quais seriam esses aparelhos essenciais? Siga com a leitura do nosso post e descubra tudo com a gente!

Por que investir em equipamentos para a manutenção em oficina de motos? 

Os equipamentos para a manutenção de motocicletas, como os elevadores hidráulicos e pneumáticos para motos são indispensáveis na realização do check-up e reparos realizados na oficina.

Ganhe mais dinheiro em sua  oficina com a rampa de moto

Assim como os proprietários de veículos procuram uma oficina para fazer aquela bela manutenção preventiva, quem tem a moto como paixão também deseja que seu veículo de duas rodas seja bem cuidado.

Daí o motivo para se investir em equipamentos de manutenção. Afinal, se você deseja que seu cliente fale bem da sua oficina de motos e também quer se destacar nesse mercado que é tão competitivo, você precisa ter um diferencial não apenas no atendimento, mas na prestação de serviços.

Quais os equipamentos essenciais para fazer a manutenção das motos?

Elevador hidráulico para motos

O elevador hidráulico para motos atende qualquer modelo de motocicleta. Desde as mais leves, de 250 kg até as mais pesadas de 400 kg. O equipamento ocupa menos espaço na oficina de motos e os modelos são compactos e robustos, indicados para diversos tipos de reparos.

Outra vantagem é o custo e benefício. O elevador hidráulico para motos tem uma baixa frequência de manutenções preventivas. E também não depende de energia elétrica nem rede de ar para funcionar.

Você aciona o elevador por meio de um pedal mecânico. Assim, a descida da motocicleta é controlada através da pressão sobre o pedal de acionamento.

Elevador pneumático

A característica do elevador pneumático é a sua transmissão de força, que é feita por cilindro pneumático. Ele possui travas de segurança e prendedor de rodas universal.

O equipamento destaca-se pelo melhor custo benefício, simplicidade no funcionamento e segurança. Ele pode ser encontrado em vários modelos, sendo que alguns são projetados exclusivamente para espaços menores.

Desempenadora e alinhadora de rodas

A desempenadora e alinhadora de rodas é um equipamento desenvolvido para desempenar e desamassar as rodas de motos de aço e liga leve.

Desempenadora e alinhadora de rodas

Ela permite o alinhamento de rodas raiadas e possui dimensões reduzidas, podendo ser instalada em bancadas. O equipamento possui varetas laterais que facilitam a centralização e o alinhamento de aros com cubo.

Desmontadora de pneus

Há no mercado vários tipos de desmontadora de pneus. A desmontadora manual foi desenvolvida para montar pneus com mais facilidade. Ela possui funcionamento manual e centragem através de sistema de 3 garras reguláveis podendo ser utilizada para rodas de aço e liga leve.

Conheça os tipos de Desmontadora de pneus da Metalcava e peça seu orçamento!

Outra desmontadora é a elétrica. Essa possui um descolador pneumático, cabeçote de montagem em ferro fundido com formato anatômico e rolete, que evitam danos à roda da motocicleta, e a desmontadora de pneus pneumática que acompanha bico, manômetro e registro calibrador.

Balanceador estático e alinhador de rodas

Equipamento utilizado para balancear rodas raiadas e de liga leve. Ele verifica o alinhamento de rodas raiadas. O balanceador foi construído em aço carbono, possui partes móveis com acabamento zincado branco e pés com regulagem para nivelamento.

É o equipamento perfeito para você oferecer um serviço de balanceamento e alinhamento de qualidade em sua oficina de motos!

Balanceador estático e alinhador de rodas

Agora que você conhece todos esses equipamentos, poderá escolher aqueles que a sua oficina de motos mais precisa, não é verdade? Pense nisso e prefira os equipamentos da Metalcava!

Gostou do nosso post? Acesse o nosso próximo artigo e veja a lista de ferramentas básicas para sua oficina de motos!

7 Dicas para aumentar a produtividade em sua oficina de moto

7 Dicas para aumentar a produtividade em sua oficina de moto

Uma das maiores preocupações de quem trabalha em oficina de moto é aumentar a produtividade. Quanto mais você e sua equipe produzem, mais sua empresa ganha. Além disso, devido à grande quantidade de oficinas de moto no mercado, você deve mostrar o diferencial dos seus serviços.

Portanto, hoje, também é preciso pensar em uma boa divulgação do seu negócio e no que pode ser melhorado internamente na empresa.

E é por isso que você deve investir em práticas para aumentar a produtividade. No entanto, para que suas ideias deem certo, é necessário contar com a participação de todos os colabores.

Mas como convencê-los em participar e criar estratégias para aumentar a produtividade? Foi para responder a essa pergunta que preparamos este artigo. Nele, vamos apresentar 7 dicas para você aumentar a produtividade na sua oficina de moto e lucrar ainda mais.

E então, ficou interessado em conferir o nosso post? Continue com a leitura e veja as nossas sugestões!

Planilha Controle de Estoque | Baixar Gratuitamente | Metalcava

1. Realize treinamentos com sua equipe

Realizar treinamentos é fundamental para o aprimoramento do mecânico. Portanto, invista na capacitação dos seus colaboradores.

Apesar de um mecânico experiente ser importante para a sua oficina de moto, esse conhecimento não é adquirido apenas no dia a dia.

Para ter uma equipe capacitada e capaz de realizar as suas funções com eficiência, é necessário promover treinamentos e outros eventos de aprendizagem que todos participem.

2. Otimize o tempo dos serviços realizados

É importante otimizar o tempo dos serviços realizados. Divida bem as tarefas entre os funcionários.

Isso evita o acúmulo de trabalho sobre alguns colaboradores e não prejudica o foco naquilo que a sua equipe deve fazer. Desta forma, dá para controlar a lista de serviços pendentes. Outra maneira de otimizar o tempo dos serviços é planejar e criar um cronograma de atividades.

Nele, você deve incluir qual a moto em questão, o reparo ou ajuste que seu colaborador deverá fazer, qual funcionário terá que executar o trabalho e o prazo estipulado para a entrega do mesmo.

3. Mantenha sempre a organização da oficina de moto

Se você deseja aumentar a produtividade em sua oficina de moto, não a deixe desorganizada. Portanto, oriente os mecânicos para que eles guardem as ferramentas e não acumulem sujeira no local de trabalho.

Lembre-se que hoje, os clientes estão cada vez mais exigentes e buscam por oficinas de moto limpas e que passam credibilidade.

4. Invista em bons equipamentos e ferramentas

Para aumentar a produtividade da oficina de moto, você também deve investir em bons equipamentos e ferramentas. Eles fazem toda a diferença na hora de executar os trabalhos. Um bom exemplo de equipamento é o elevador de moto.

Ele é fácil de usar e, além disso, possibilita que seu colaborador faça o reparo ou a manutenção preventiva com mais segurança e qualidade.

5. Encaminhe tarefas e serviços para cada responsável

Divida bem as tarefas com os seus colaboradores. Não deixe que um colaborador fique mais sobrecarregado que o outro. Se você tem uma equipe com quatro funcionários, faça com que cada um esteja ocupado de acordo com a sua capacidade para o trabalho.

Pensar em organização, também é pensar no que os colaboradores deverão fazer ao longo do mês. Portanto, encaminhe as tarefas e os serviços para cada responsável.

6. Estipule metas e ofereça bônus como incentivo

Quem é que não gosta de ser reconhecido pelo trabalho que faz? Outra boa dica para aumentar a produtividade na sua oficina de moto é estipular metas e oferecer bônus como incentivo.

Esses benefícios podem ser desde um aumento de salário, quanto em folgas ou cursos que o seu colaborador deseja fazer. O importante é mostrar que o esforço da sua equipe valeu a pena.

7. Realize avaliações periódicas para aumentar a produtividade

E por fim, para aumentar a produtividade na sua oficina de moto, realize avaliações periódicas para melhor monitoramento dos resultados. Levante os pontos positivos e negativos de cada funcionário durante a rotina de trabalho e anote para o momento da avaliação.

[e-book] Guia de como precificar os produtos e serviços em sua oficina de moto? | BAIXE GRÁTIS | Metalcava

Faça com que o colaborador entenda que não se trata de uma crítica negativa, e sim uma ajuda para que ele melhore ainda mais. Por isso, sempre valorize os pontos positivos de cada um!

Agora que você aprendeu como aumentar a produtividade da sua oficina de moto, que tal colocar as nossas dicas em prática? Mantenha a oficina organizada e valorize a sua equipe para alcançar os melhores resultados!

Gostou das nossas dicas? Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e saiba como oferecer serviços especializados para atrair clientes!

A importância do uso de Equipamentos de Proteção Individual em oficina de moto

A importância do uso de Equipamentos de Proteção Individual em oficina de moto

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) são mais do que indispensáveis. Eles são obrigatórios nas oficinas de moto. Você que trabalha nesse ramo, já deve ter escutado falar sobre o assunto, não é verdade? No entanto, nem todos os mecânicos sabem a real importância desses equipamentos.

Só para você ter ideia, em 2018, o Brasil ocupava o quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho, com uma média de 700 mil registros ao ano. O país ficou atrás somente da Indonésia, China e Índia.

De acordo com o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, em 2017, a cada quatro horas e meia, pelo menos um trabalhador brasileiro foi vítima de acidente de trabalho. Ainda segundo o Observatório, estima que, entre o início do ano passado e março de 2018, foram registradas 675.025 comunicações de acidentes de trabalho.

Diante de todos esses dados, nada melhor que falarmos sobre os equipamentos de proteção individual. O uso de EPIs em oficinas de moto é fundamental para reduzir os riscos e minimizar os danos, garantindo a saúde e o bem-estar dos funcionários e, consequentemente, um ambiente seguro para eles e para os clientes.

No entanto, qual é a importância dos equipamentos de proteção individual? Essa é a pergunta que vamos responder ao longo deste artigo. Acompanhe!

[infográfico] Saiba quais são os tipos de óleo para moto | Baixar gratuitamente | Metalcava

O que são equipamentos de proteção individual?

Antes de falarmos sobre a importância dos equipamentos de proteção individual, vamos explicar o que são os EPIs. Esses equipamentos são qualquer item, produto ou dispositivo que você utiliza com o objetivo de se proteger contra os riscos à sua segurança e/ou saúde no seu ambiente de trabalho.

No Brasil, a regulamentação dos EPIs está descrita na Norma Regulamentadora 6 (NR6). Os equipamentos podem ser adquiridos pelos empregadores no mercado local, ou também podem ser importados.

Entretanto, é necessário ficar atento a alguns pontos importantes como ter o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho e mostrar de forma clara o nome do fabricante, o lote e o Certificação de Aprovação do EPI.

O que a legislação diz sobre o uso de EPI em oficina de moto?

A lei obriga o empregador a fornecer tanto o material de proteção aos colaboradores, como disponibilizar o devido treinamento para o uso correto dos equipamentos.

Quando recebe os EPIs, o colaborador deve assinar duas vias de uma declaração que comprove o recebimento, e você, responsável pela oficina de moto, deverá ficar com a outra parte da via.

Outra informação importante é que o gestor da oficina de moto deve garantir que os colaboradores usem os equipamentos no dia a dia. O não cumprimento das regras pode gerar multas para a empresa e aumentar o risco de processos trabalhistas. Portanto, cobre o uso dos EPIs dos seus mecânicos!

Caso o EPI seja danificado ou perdido, o empregador deverá disponibilizar a substituição do equipamento e exigir do trabalhador que os equipamentos de proteção individual sejam usados.

Qual é a importância dos EPIs?

Para os colaboradores

  • Garantem que as atividades sejam realizadas nas condições adequadas, com menor risco possível;
  • Servem para conscientizar o colaborador acerca dos riscos e da necessidade de atenção ao executar as tarefas;
  • Minimizam doenças e acidentes no ambiente de trabalho.

Para os proprietários de oficina de moto

  • EPIs são investimentos, pois você preserva a imagem da sua oficina de moto;
  • Aumenta a sua produtividade;
  • Diminui as ações trabalhistas por ocasiões de acidentes de trabalho;
  • Garantem a integridade física do colaborador.

Quais os principais EPIs de uso obrigatório na oficina de moto?

Luvas de proteção

As luvas de proteção evitam que você ou o seu colaborador entrem em contato com a graxa e o óleo que são prejudiciais à saúde e podem causar irritações na pele.

Você pode adquirir luvas de couro para proteger as mãos em alguns serviços de sua oficina de moto. Já se você for realizar algum trabalho de pintura, o ideal é usar as luvas impermeáveis. Dessa maneira, o contato com a tinta é eliminado.

Calçados de segurança

Os calçados de segurança protegem os pés de algumas substâncias ou até mesmo de objetos e peças que possam cair no chão e provocar ferimentos.

Esse equipamento de proteção individual também protege contra batidas acidentais, arranhões, cortes e queimaduras.

Proteção para os ouvidos

Esse é mais um dos equipamentos de proteção individual importante. Ele protege os ouvidos dos ruídos prolongados acima dos limites determinados, pois o barulho pode causar problemas auditivos.

Não se esqueça que garantir o uso dos equipamentos de proteção individual na oficina de moto é dever do gestor ou do proprietário do estabelecimento. Portanto, você deve encarar o uso do EPI como uma forma de gerar segurança.

Gostou do nosso artigo? Leia o nosso próximo post e saiba porque vale a pena ter uma rampa de motos em sua oficina!

Como montar uma oficina de motos com pouco dinheiro

Como montar uma oficina de motos com pouco dinheiro

Muitas pessoas têm vontade de empreender no mercado de motocicletas. Mas, para isso, é preciso saber como montar uma oficina de motos do jeito certo. Portanto, é necessário entender que o mercado cresceu e avançou muito nos últimos anos.

Além disso, as motos estão cada vez mais tecnológicas, o que significa que você deve ter uma boa estrutura e uma equipe qualificada para atender seus clientes com qualidade.

Se você quer saber como montar uma oficina de motos com pouco investimento financeiro, saiba que com dicas simples é possível realizar o seu sonho.

[e-book] Como montar uma oficina de motos diferenciada? Baixar grátis | Metalcava

1. Invista em qualificação profissional

O primeiro passo para ter uma oficina de motos é contar com uma equipe qualificada. Por isso, invista na capacitação dos profissionais. No mercado, se destaca quem oferece os melhores serviços, tem o melhor atendimento e, claro, ótimos preços.

Quem está melhor qualificado para o negócio é que chegará na frente. Então, antes de ter um negócio é necessário saber como montar uma oficina de motos.

Portanto, o seu primeiro passo deve ser investir na capacitação para gerenciar uma oficina de moto. Assim, é importante que essa qualificação seja estendida desde a diretoria da oficina até o quadro de colaboradores.

Para facilitar, você pode dividir sua equipe em duas e buscar as qualificações que fazem sentido para o trabalho que cada uma desenvolve em seu dia a dia.

2. Tenha um ponto adequado

Se você quer saber como montar uma oficina de motos, é preciso ter um ponto adequado para o seu negócio. Não precisa ser um espaço muito grande, basta ser bem localizado na sua cidade e de preferência, em ruas movimentadas.

Você pode escolher o ponto em avenidas que interligam vários bairros, pois dessa forma, terá um tráfego maior pelas ruas, e será visto facilmente. No entanto, antes de escolher o ponto, pense no valor do aluguel, na segurança e na facilidade de acesso para os seus clientes.

3. Verifique as exigências legais

Cumpra todas as leis para abrir sua oficina de motos. Opere de maneira regular e faça o seu registro junto à Secretaria da Receita Federal para solicitar seu CNPJ.

Verifique também quais os órgãos  estaduais e municipais que exigem o registro. Não se esqueça do alvará de funcionamento e o laudo de vistoria do Corpo de Bombeiros.

Registros na Caixa Econômica Federal e na Previdência Social também são necessários para você poder contratar funcionários registrados. Não se esqueça de contratar um bom contador para cuidar da parte burocrática da oficina mecânica enquanto você faz seu negócio crescer.

Também é importante seguir esses passos para evitar problemas com multas com a Prefeitura e a Receita Federal, e ainda, fechar negócios regulares com outras empresas.

4. Contrate funcionários capacitados

Outra dica de como montar uma oficina de motos é contratar funcionários capacitados. São esses os profissionais que o ajudarão a fazer uma oficina mecânica de motos de sucesso e torná-la uma referência no mercado.

Como montar uma oficina de motos: invista em qualificação profissional | Metalcava

Além de manter sua equipe atualizada e capacitada também é importante investir em profissionais que já são capacitados para trabalhar na sua oficina de moto. Assim, você também não perde tempo e nem dinheiro treinando mecânicos do zero.

5. Invista na estrutura que você precisa

Para você que deseja saber como montar uma oficina de motos, invista na estrutura que você precisa. Lembre-se que a oficina deve contar com várias ferramentas e equipamentos adequados para que seja possível prestar um bom serviço. Nessa hora, você deve pensar no tamanho do seu espaço e o movimento esperado.

Pense em ter um bom maquinário, equipamentos administrativos, ou seja, aqueles utilizados  no setor de vendas e estoque, escritório, compreendendo por exemplo: mesas, computadores, cadeiras, impressoras e etc. Será, ainda, preciso comprar os seguintes itens e equipamentos:

  • Multímetro;
  • Manômetro;
  • Ex-fuel;
  • Caneta de Polaridade;
  • Máquina de testes;
  • Máquina de limpeza de injetores de motos;
  • Analisador Digital de CO;
  • Rastreador para Injeção Eletrônica;
  • Analisadores em geral (mistura, performance e diagnóstico);
  • Scan Code EFI;
  • Dinamômetro;
  • Reprogramador de combustível Kawasaki e Suzuki;
  • Reprogramador On-Line ECU;
  • Balanceadora de rodas;
  • Conjunto de ferramentas;
  • Alinhador de Chassi;
  • Desmontadora de pneus;
  • Troca de óleo a vácuo;
  • Elevador hidráulico;
  • Elevador pneumático.

6. Veja os investimentos de como montar uma oficina de motos

Uma oficina de motos pode trazer excelentes lucros. Mas, é preciso pensar com sinceridade, você vai precisar de um investimento aproximado de R$ 100 mil. Perceba que este valor é para uma pequena oficina de motos.

Aqui, levamos em consideração a compra de todos os equipamentos, a estrutura necessária e os maquinários que você precisa.

Também acrescentamos um investimento inicial de R$ 20 mil para a reforma do estabelecimento, além de um custo de R$ 3.500 para a abertura da empresa, o qual pode ser bem menor se você fizer o enquadramento como Microempreendedor Individual, podendo ter apenas um funcionário.

Solicite seu orçamento do Elevador de moto Hidráulico Metalcava

Sugere-se ainda que você tenha um capital de giro de aproximadamente 20% do valor do investimento, o qual está computado nos valores de aproximadamente R$ 100 mil para montar uma oficina de motos. Assim, o investimento apenas com a oficina de qualidade é de aproximadamente R$ 80 mil.

Não se esqueça que o capital de giro é fundamental, principalmente nos primeiros meses, nos quais é difícil obter retorno financeiro suficiente para efetuar o pagamento de salários, pagamento de aluguel, manutenção de equipamentos e aquisição de matéria prima/insumos.

7. Pense nos custos

É comum que os empresários de primeira viagem não levem em consideração os custos mensais da oficina de motos. Este é um erro que pode levar o seu negócio a falência. Portanto, coloque no papel o investimento necessário para abrir a sua oficina e os custos mensais. Observe os seguintes pontos:

  • Aluguel;
  • Água, luz, internet e telefone;
  • Taxas e encargos;
  • Refeições dos funcionários;
  • Transporte dos colaboradores;
  • Contador;
  • Seguros;
  • Higiene e manutenção;
  • Divulgação da sua oficina.

Coloque no papel os valores destes custos e acrescente a remuneração dos seus funcionários. Você pode até achar que o custo alto mensal é alto demais, mas sua oficina de motos lhe dará lucro.

Para investir no ramo automotivo, você precisa saber como montar uma oficina de motos moderna e eficiente. Portanto, agora que você aprendeu as nossas dicas, que tal colocar a mão na massa e investir no seu negócio? Pense nisso e não se esqueça de investir em equipamentos da linha duas rodas!

Quer aprender mais como montar uma oficina de motos? Baixe o nosso e-book e veja como precificar os produtos e serviços da sua oficina!

Baixe grátis nosso Catálogo Linha Duas Rodas e peça seu orçamento | Metalcava